Imóveis coloniais de Igarassu

O Sítio Histórico da cidade de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, tem construções de diversas épocas. Desde a Matriz de São Cosme e Damião, de 1535, até os imóveis construídos já no Século XX, com elementos da nossa modernidade, como antenas, postes de luz, etc. Tudo isso, apesar das precariedades, é muito belo e interessante, cheio de histórias e curiosidades.

Próximo da Matriz e do Museu Municipal, podemos ver uma dessas construções que conta bastante história: O “Sobrado do Imperador”.

O edifício acomodou D. Pedro II, que costumava viajar por lugares do país e então ficou conhecido como “O Sobrado do Imperador”. A visita se deu em 1859 e por isso, até hoje há quem acredite que o sobrado foi construído no século XIX, porém, pesquisadores do Iphan chegaram à conclusão de que já existia no local uma edificação na segunda metade do século XVI, que servia como um ponto que reunia várias repartições da administração da capitania de Pernambuco, sendo a câmara, a cadeia e local de outras funções do poder colonial.

Como muitas a muitas construções importantes do Nordeste todo, o “Sobrado do Imperador” também foi saqueado e incendiado pelos invasores holandeses nos anos de 1630, sendo restaurado logo depois, permanecendo como edifício ligado à administração da capitania. O prédio teve algumas reformas, o que não chegou a desfigurar a aparência original.

Já no decorrer dos anos, perdeu suas funções e foi se deteriorando, sendo restaurado mais uma vez no começo do século XXI.

O que estranhamos, tanto na visita desse ano como na anterior, foi que o casarão se mantém fechado ao público. Geralmente, locais históricos de interesse público fecham nas segundas – feiras e não era esse o caso, pois na 1ª vez, estivemos lá num sábado e agora num domingo de manhã. Talvez pudesse ser feita alguma infra pra visitação, o que certamente seria muito interessante.

Por enquanto é isso. Quinta – feira a gente encerra a nossa série sobre a cidade de Igarassu.

Participe da conversa com seu comentário: