Pedra do Ingá – A resposta das crianças

Hoje a gente faz uma segunda parada em Ingá, no Sítio Arqueológico com as enigmáticas inscrições rupestres na pedra.

Na nossa visita a Ingá, acompanhamos a chegada de uma turma do 6º ano do Colégio Pio XI, de João Pessoa, capital da Paraíba. Meninos e meninas curiosos e interessados nas informações passadas por seus professores de História e de Geografia e pelo Secretário de Turismo de Ingá, Vavá da Luz.

A educação como alternativa pra solução (ou pra busca de alguma)

É esse um dos grandes investimentos que se deve fazer pra tentar garantir a preservação das itacoatiaras. A educação.

Não se pode dizer que a solução está apenas nisso, nem que algo pode ser a solução por si só. Na verdade, um conjunto de fatores pode ir, paulatinamente, melhorando a situação pra que, no futuro, a gente possa ter perspectivas melhores.

O Sítio Arqueológico da Pedra do Ingá é patrimônio da humanidade

Ajude a preservá-lo: divulgando, espalhando essas informações e alertando a todos sobre a conscientização que se deve ter em relação aos monumentos históricos ou artísticos. Pode ser que aí na sua cidade tenha algum registro histórico importante, ou um lugar de destaque e você pode ajudar e intervir para preservá-lo.

É isso. Continue com a gente. Quinta feira vamos voltar pra cidade de Areia, PB pra conhecer mais uns pontos muito interessantes desse lugar.

Participe da conversa com seu comentário: