Tamandaré e a preservação ambiental

Hoje vamos conhecer a praia de Tamandaré e a preservação ambiental no Centro de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste.

A praia fica a 104 KM da capital pernambucana e a 173 de Maceió, capital de Alagoas.

O Centro por si só não é uma atração turística da região. Nele não há museus de História Natural pra visitação pública, a não ser de escolas e equipes de biólogos e outros estudiosos.

Pesquisa e manutenção da vida nos mares

O trabalho de todos os profissionais do Centro procura garantir que a vida animal e a fauna marinha estejam saudáveis, e isso influencia o turismo, uma vez que a atividade mais badalada de toda essa região é a ida até as piscinas naturais, onde o visitante pode ver os corais e os peixes que circulam entre eles.

Portanto, se não fosse o trabalho de centros como esse, o ambiente poderia estar degradado, afetando enormemente as atividades turísticas.

O Centro de Pesquisas está logo no comecinho de uma extensa faixa chamada de Costa dos Corais, que passa por várias cidades praianas, como Maragogi, onde já estivemos, até bem perto de Maceió.

Lá dentro há uma boa estrutura para as atividades dos pesquisadores: laboratórios, bibliotecas, auditório e a parte que podemos ver da praia, que é o píer onde há uma movimentação de barcos para pesquisas. Equipados com radares e sensores dos mais variados tipos, eles fazem o acompanhamento não só dos corais, que ficam de 3 a 8 KM da beira da praia, mas também de animais como as baleiras jubartes, que passam por ali indo ou voltando dos seus locais de acasalamento.

Quando for a Tamandaré, fazer um mergulho nas piscinas naturais entre os corais e peixinhos, ou mesmo descansar à beira da praia. Lembre-se de profissionais como os desse Centro.

Os técnicos e estudiosos trabalham pra que as coisas possam, na medida do possível e apesar da poluição ambiental que tem afetado todos os lugares indiscriminadamente, estar em boas condições, possibilitando a diversão e o sossego de todos.

E também você faça a sua parte: não jogando lixo nas praias e não tocando nos corais, pois isso pode até matá-los.

Participe da conversa com seu comentário: