A cidade da Cultura

A cidade da cultura: Assim é intitulada Areia, uma pequena cidade no interior da Paraíba, a 135 Km de João Pessoa. Ela tem várias atrações turísticas e marcos históricos importantes não só pra o estado, mas também pra todo o país.

Caminhos tortuosos

Para se chegar lá a partir da capital paraibana, o melhor caminho é a BR – 230. Até a entrada para Alagoa Grande, a partir daí, pela PB – 079 mais 50 KM até Areia.

A cidade fica na subida de uma serra que parte de Alagoa Grande em uma estrada muito ruim e arriscada, cheia de curvas e ribanceiras, portanto, cuidado! É realmente uma lástima. Uma cidade tão interessante, cheia de atrativos históricos e artísticos não poderia ter uma acessibilidade tão complicada.

Levamos a chuva!

Quando chegamos lá, apenas pra um fim de semana nos dois últmos dias de maio de 2015, estava “caindo o mundo” de tanta chuva. As pessoas estavam achando ótimo por que há um tempo não chovia por aquelas bandas. O tempo comprometeu um pouco as nossas visitas e fotografias, mas se é melhor pra população, está bem.

Uma região mais fria

Em Areia não faz muito calor durante boa parte do ano e no inverno faz bastante frio, pelo menos para os padrões do Nordeste. Em noites de inverno, entre junho e julho, as temperaturas podem chegar aos 12 graus e há muita névoa encobrindo a cidade e os morros ao redor.

A Cidade da cultura, patrimônio nacional

Mesmo assim, fomos pras ruas. E, de fato, Areia parece ser bem original, com ateliês de arte, museus, praças e uma arquitetura histórica. Tanto que não é só um ou dois casarões, nem uma rua, mas todo o centro da cidade é tombado como patrimônio nacional.

Nessa cidade do interior da Paraíba nasceu o pintor Pedro Américo, famoso por vários quadros idealizando fatos da história do Brasil.

José Américo de Almeida, que apesar do sobrenome não tem parentesco com o pintor, autor do romance “A Bagaceira”, que é considerado o marco do regionalismo modernista no país.

Também é lá que fica o Theatro Minerva, de 1859, construído por aristocratas da região pra que peças e espetáculos musicais fossem pra lá, ao invés das pessoas terem que ir pra capital ou pra outros estados. Um museu regional interessantíssimo e belas paisagens.

Areia chegou a ser uma das cidades indicadas a Capital Brasileira da Cultura no ano de 2009, só perdendo pra S. Luís do Maranhão.

Tudo isso e muito mais a gente vai acompanhar aqui no Reverso do Mundo nesses próximos dias. Fica com a gente!

2 comentários em “A cidade da Cultura

  • 18/02/2017 em 18:36
    Permalink

    A cidade é exatamente essa beleza como descrito acina. Quero reafirmar a necessidade de melhorias nas estradas de acesso a cidade. Cheia de buracos e penhascos o acesso para quem chega de João Pessoa pela Serra é assustador. Toda atenção é pouca. A nova administração promete melhorias. Vamos cobrar. Areia merece.

    Resposta
    • 18/02/2017 em 20:05
      Permalink

      Areia e muitos outros lugares merecem situação melhor, de fato. Adoramos esse lugar, fomos 2 vezes e deu pra fazer um monte de artigos, mas não temos o direito de omitir essa informação, a da falta de estrutura do acesso. Agir assim seria desonestidade intelectural, iríamos acabar, de certa forma nos tornando co-responsáveis por qualquer coisa que acontecesse com as pessoas lá se encobrissemos isso. Não o fazemos. Preferimos denunciar. Sem nos dirigir a ninguém diretamente, pois aí poderíamos estar nos metendo em coisas mais complexas, mas a realidade tem mesmo que ser passada. Tem as maravilhas da cidade, mas tem esse enorme problema. Algo não está certo e deveria mudar.
      Grande abraço e obrigado por seu comentário.

      Resposta

Participe da conversa com seu comentário: