Jacumã e o litoral do sul da Paraíba

A cidade do Conde é a que tem algumas das mais belas praias do litoral do Nordeste. Fica vizinha a João Pessoa, capital paraibana, distante 100 quilômetros de Recife e 192 de Natal, com acesso a essas cidades pela BR – 101. Vamos conhecer o seu principal distrito, Jacumã e o litoral do sul da Paraíba

A cidade do Conde

Essa região começou a ser povoada por grupos indígenas que sofreram um processo conhecido como “redução” pelos padres franciscanos. A aldeia ficou conhecida como Jacoca.

Mais tarde, índios Potiguaras que formavam uma outra aldeia, foram trazidos pro local e dali em diante, no começo do século XVII, começou a se formar o que hoje é o município.

A origem do nome atual da cidade é motivo de controvérsia. O nome primitivo, Jacoca, seria derivado de “a terra dos Jacus”, enquanto Conde poderia ser uma referência à Fruta-do-conde, que em muitos lugares do Nordeste é conhecida como pinha.

Há quem afirme também que seria uma homenagem ao célebre conde João Maurício de Nassau.

Seja como for, ao andar por alguns locais da cidade, aqui e ali percebemos que bares e outros estabelecimentos comerciais colocam seus nomes “Jacoca”… talvez ficasse mais bonito assim, mas fato é que uma lei dos anos 1950, fixou de uma vez o nome do lugar como Conde.

Entramos em Conde pela Rodovia Estadual PB – 018, transversal da BR – 101 e após passar pela sede do município, onde fica a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, do ano de 1768, seguimos até Jacumã, passando por um pórtico com ares futuristas.

Pra quem está hospedado em João Pessoa, uma boa maneira de se conhecer Jacumã e o litoral do sul da Paraíba é em passeios que podem ser contratados na avenida na beira mar de Cabo Branco. Há motoristas que oferecem esse serviço em vans e os preços são a combinar.

Comércio, hospedagem e lugares para entretenimento

Grande parte dos hotéis e demais hospedagens do litoral de Conde fica em Jacumã. Afinal, quase todo mundo que vai pra lá faz pousada pra ir até as praias do Amor, do Coqueirinho, Carapibus, Tambaba, entre outras.

Essa localidade não é diversificada como Maragogi, em Alagoas, muito menos como em Porto de Galinhas, PE. De qualquer forma, conta com um comércio bem razoável, onde se pode comprar uns souvenires ou algum item pra suprir uma necessidade de momento. Também há restaurantes e locais pra se distrair ao som de música ao vivo nos finais de semana.

A praia em Jacumã

Quanto à praia… bom, digamos que ela seja mais um lugar pra contemplação, pro descanso. Quando a maré está baixa, pode-se dar uma caminhada pela areia fofa ou mesmo um pouco mais próximo da zona de arrebentação das ondas, onde a areia é mais compacta, numa tarde ou começo de manhã talvez.

Quando as marés estão altas nessa região, a entrada no mar pra banho é desaconselhada. Alguns moradores com quem conversamos contam que a correnteza é muito forte e a profundidade aumenta repentinamente.

Por isso, se estiver indo pela primeira vez ou for pra praia sozinho, é bom ter muito cuidado. Melhor mesmo é não se arriscar.

As marcas da maré alta, que faz com que de vez em quando aconteçam ressacas, é bem visível quando a gente olha pra os alicerces de alguns pequenos bares e pra as raízes de árvores que existem bem perto do mar.

De alguns anos pra cá, órgãos do poder judiciário tomaram a decisão de proibir construção de imóveis e a reforma dos que já estão instalados na área da Praia de Jacumã justamente por que eles estariam não só causando danos ao patrimônio turístico e paisagístico, como também pelos riscos de marés mais fortes acabarem provocando o desabamento de construções e certamente muito mais transtornos.

Jacumã é como que a porta de entrada pra as belezas do litoral sul paraibano. Fica numa distância média entre as praias mais ao norte, como a do Amor e a Barra de Gramame e as belíssimas praias mais ao sul, como Coqueirinho e a famosa praia naturista de Tambaba.

Todas essas praias podem ser acessadas por uma mesma rodovia, a qualidade do asfalto não é tão ruim e as distâncias não passam dos 15 a 20 quilômetros de uma pra outra.

A partir de hoje vamos conhecer algumas dessas belíssimas praias aqui no Reverso do Mundo. Prepare-se por que vem muita beleza por aqui.

Participe da conversa com seu comentário: